coisas da vida · Mundo · Opinião

Geração de monstros

Nós somos uma geração de monstros. Fomos gerados através de um simples ato sexual ou foi por amor? Não sei do mundo e nem do todo, sei apenas de mim que fui fruto de uma gravidez indesejada ou se preferir, rejeitada. Assim mesmo, nasci. Somos monstros programados para explodir, cuidado não se aproxime… temos o potencial de estourar a qualquer momento. O acumulo da raiva, estresse, preocupações e problemas fez de nós um grande arsenal pronto para fazer uma vítima. Mantenha-se afastado. 

No dia a dia somos “normais”. Somos homens e mulheres moldados pela sociedade, pais, mães, filhos, filhas, tias, tios, irmãos, irmãs, marido, mulher, homossexuais, lésbicas, primos, primas, somos família, somos títulos mestres doutores bacharéis… Somos tudo… Somos nada… Somos invisíveis… Somos pessoas do bem e do mau… Somos de acordo com os papéis disponíveis na sociedade, não passamos de padrões. Somos monstros. 

Nem todo monstro desenvolve seu lado arsenal, alguns há que encontrem em outras formas de viver, um meio diferente para não deixar que o ódio e a raiva o detone. Como você tem feito para esconder o monstro que existe em você? Certo, há quem diga que não é nenhum monstro. Muitos monstros não se veem como tais, porque afinal de contas estes se consideram “normais”. 

Não sou o monstro que rompe. Sou bom e boa, quem me conhece sabe como sou. No trabalho sou educado, com os amigos sou um anjo, com os familiares sou bondoso (a) e caridoso (a), na faculdade sou legal e popular. E em casa, quem é você? E para seu cônjuge, quem é você? E para seus filhos e filhas, quem é você? Quem é você quando ninguém está vendo, quem é você? Eu sou monstro. 

Eu sou o monstro que não consegue controlar a própria ira, que esbraveja e ofende mesmo aqueles que nem conheço. Cuidado, já disse que sou um monstro. Se você tiver sorte ou seja lá no que acredite, pode ser que me pegue num dia bom e por isso, você estará livre da minha fúria. Eu sou o monstro acumulador. Eu guardo. Eu poupo e acumulo tudo dentro de mim e depois, explodo. Eu mato. Eu machuco. Eu ofendo. Eu xingo. Eu maltrato. Eu bato. Eu…Eu…Eu… repito, sou monstro. 

Eu não queria ser monstro, não queria, mas assim eu cresci. Algumas coisas aprendi, outras absorvi só de observar, outras mesmo sem querer já estavam impregnadas em mim, não queria ser esse monstro. Eu sou um monstro e nem sempre sinto prazer em machucar, ás vezes, me arrependo. Muitas vezes, bati sem intenção de causar dor, bati porque estava cego e a ira foi o meu gatilho. Muitas vezes, tentei domar minhas emoções e de nada adiantou, por isso, feri. Eu sei que sou monstro. 

As minhas vítimas eu peço desculpas, em especial, as vítimas que fiz dentro de casa. Um monstro causa medo mesmo, e imagino o horror que não deve ter sido para você naquele dia em que avancei e te bati sem pensar na sua dor ou nas consequências. O pior é quando penso que deveria ter te protegido, cuidado, respeitado e amado, mas então, eu virei monstro e você temeu. Você, depois das ofensas que desferi e dos golpes com as minhas próprias mãos, você passou a ter medo. Agora sou o monstro causador do seu medo, não tem como voltar atrás, sou mesmo esse monstro. 

Vítimas, não se tornem monstros. Muitas vezes, o que queremos é ser o monstro ainda maior para causar tanto o mais dor a quem nos feriu, cuidado. Cuidado com o monstro que você é dentro de casa para as pessoas que você ama, nem sempre conseguimos apagar a mágoa, a dor, as ofensas, a decepção… Tem gente que gosta de ser monstro, tem gente que vira monstro por questões de segundos, de todo modo, há uma escolha. Escolha não ser monstro. Errar pode ser banal, por isso, não faça disso um hábito, e por favor, eduque a si mesmo! Controle a si mesmo. 

Sou monstro porque quero ou por opção, sou monstro. 

Anúncios

O que achou? Se gostou, compartilha.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s