Uncategorized

Meu recado para as paredes

Aproveito aquela velha frase “o que é dito entre quatro paredes, permanece entre quatro paredes”. O que tenho a dizer deve identicamente continuar entre quatro paredes.

Paredes que me ouçam, inquiram me se puderem! Hoje não grito porque minhas emoções e palavras não causarão um efeito mais benéfico, o que tem de ser já é. Sentarei aqui, nesse pedaço de madeira coberto por uma fina espuma e farei o possível para que lágrimas não molhem o chão, em tempos de seca (humana) derramar líquido é desperdício. Lágrimas são como consolo? E para que serve o consolo agora? Eu não quero consolo, quero que vocês, paredes, ouçam me!!!

Começo dizendo que está difícil viver nesta pele; está tão complicado que me submeto a estar aqui e falando tudo isso que agora ouvem. O estranho dessa situação é ver que eu mesma terei que fazer as perguntas, ao passo que de igual modo, eu mesma as responderei.

Enquanto falo paredes, a minha mente reproduz o mesmo filme e a sensação nem preciso dizer que também se repete. Não é possível mensurar o impacto dessa dor, não posso dizer que é mais ou menos intensa que antes, só o que sei é que gostaria de não sobreviver nesta pele!

Paredes, vocês como os demais só enxergam o meu exterior não é verdade? Vocês como os demais, são incapazes de definir esse mix de emoções ainda que as confesse com a minha boca. Não importa, aliás, continua não fazendo diferença nenhuma!

Neste exato momento, sinto que a vida ou alguma coisa nela, tem feito trolagem constantemente comigo, e já me cansei. Estou excessivamente farta desse enredo corriqueiro! Amanhece paredes, daí então, você acha ou talvez se esforce para acreditar que no dia seguinte as coisas serão diferentes…Algumas coisas a sua volta podem até ser que sim, contudo, você não. Você continua a mesma, você tenta mudar, você lê livros para se “modificar” ou esquecer, ouve conselhos, sai para espairecer e tantas outras situações, só que nada disso adianta! Nada.

Olha paredes, estou vendo algo positivo em falar com vocês… O positivo nessa situação é que vocês não abrirão a boca para dizer palavras! Sim, eu tenho uma grande admiração e respeito por elas, porém, há muitas ocasiões em que elas não funcionam, não adianta!

Paredes, o que foi dito ontem dentro do meu quarto, as quatro paredes que me protegem do frio excessivo e de tantas outras intempéries, são as únicas que têm conhecimento dos fatos! Fatos que prefiro não mencionar pois parecem que atraem, na verdade, mesmo que não os diga, eles continuam visitando me, eles são visitas inconvenientes e desagradáveis.

Paredes, hoje estou fazendo um grande esforço para que algumas amigas não se precipitem ao chão, isso é suicídio! Porque se elas caem, a vida e o vasto mundo não se modificam e nem sentem a sua falta, tudo permanece como antes, e não quero vê-las sacrificarem-se à toa.

Estou decepcionada! Eu. Eu que faço um grande esforço para me levantar toda vez que levo uma rasteira! Estou magoada comigo mesma por ser tão fraca e por fazer tantas escolhas crente de que são as melhores, vejo que não foram e sinto que nem são, paredes!

Paredes, estou a um passo do isolamento. Sabe aquele momento em que você volta atrás e percebe que está aproximando-se dos mesmos lugares já tão conhecidos por você?! Pois é isso que está acontecendo. Não quero e nem vou dar explicações a ninguém, não tenho porque gastar o meu tempo e ser egoísta usufruindo do tempo dos demais.

Paredes, já vejo que vocês terão que abrigar mais um retrato de alguém que teve uma história de vida e agora, é apenas um “pedaço de papel” sobre o suporte de uma linda moldura de madeira, e para outros tantos, esse pedaço de papel é só um objeto para despertar a lembrança… A saudade. Quando vocês receberem, e se receberem o meu retrato, por favor, o rejeite! Que nesse dia, o chão trema e que as paredes venham abaixo, apenas não o receba.

Anúncios

O que achou? Se gostou, compartilha.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s