coisas da vida · Não esqueci e nem vou esquecer

Jamais ou nunca

No dia que você cansar de bancar a criança e vir até mim dizendo que, ficou todo esse tempo me ignorando porque estava começando a gostar mais do que poderia, e por isso, resolveu se afastar para não se magoar… Direi que NÃO! NÃO! Você nunca gostou de mim!

Que gostar é esse que machuca a outra pessoa de maneira que esta pense que lhe causou algum dano ou mal sem tê-lo feito? Que gostar é esse de alguém que deveria agir como homem e se arriscar dizendo o que pensa ou sente, ao invés de, do dia pra noite, fingir que a pessoa nunca existiu? Tudo bem, você pode acordar um dia e resolver que não quer falar com ninguém, só que as pessoas a sua volta não vão adivinhar ou prever que você não quer nada com elas até que tenha coragem e se expresse de alguma forma.

Caso não saiba, as pessoas quando se gostam ou se uma delas sente alguma coisa de verdade, JAMAIS deixará a outra falando sozinha. Digo que já vi estranhos se “gostarem” mais, porque até um bom dia que dizemos a um desconhecido este nos responde nem que seja por educação.

Fala sério! Agindo com sensatez, convence- se mais que um dia pôde sentir vontade de ficar junto ou ainda carinho, respeito e consideração pelo outro, mas, NUNCA exclua quem quer que seja do seu convívio, sem um motivo aparente ou coerente.

Você que procurou brincar comigo do jogo do invisível; só que o que não sabia é o quanto levo a sério certas ações, e quando aceito esse tipo de brincadeira não jogo para perder, uma hora você verá no quanto sou boa nisso.

Não vejo problema em me humilhar diante das pessoas que magoei com ou sem intenção mas há situações que considero perca de tempo. Não adianta você fazer gestos a um cego se ele não pode ver e, nem falar a um surdo se não pode ouvir, muito menos se deve buscar se aproximar de um homem que não fez nada para te conquistar, pois por comodidade e covardia resolveu te ignorar.

Proponho que façamos o seguinte: Vamos amadurecer e aprender que quando sentimos algo por alguém, se é que realmente sentimos, devemos analisar se vale à pena. Depois, a vida nos ensina que corremos de primeira dois riscos: O primeiro é ouvir um “não”; O segundo é quem sabe um “a gente pode tentar”.

Tome conhecimento: “você até consegue mudar o tom falando comigo, agora mudar a impressão que deixou sem falar nada, lamento mais isso não pode”. Quem teve sua chance e desperdiçou precisa saber que não é todos os dias que a vida lhe sorri, uma hora as coisas mudam e nessa categoria se inclui as pessoas.

 

Anúncios

O que achou? Se gostou, compartilha.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s