Direto do coração

Contagem sem fim

 

Me enganei pensando que o primeiro, o segundo, o terceiro e  depois tantos outros, poderiam ter sido a pessoa certa. Acho que já está na hora de pensar ao contrário. É. Preciso pensar que essa é a pessoa errada, talvez assim, o efeito também seja o reverso.

Gostamos instantaneamente de tantas pessoas, mas não encontramos nenhuma que nos complete ou some.  Não acredito que o problema esteja necessariamente em mim, pois mudei de atitude e comportamento por diversas vezes, a fim de compreender o que estava errado. Não adiantou.

Não sou a favor de cobiçar nada que seja de outrem, evito ao máximo iludir-me porque tenho que a cobiça não passa de ilusão. Ilusão porque “aquele objeto”, desejado ou querido, jamais te pertencerá.

Qual é a graça de passar alguns dias ou horas alimentando uma falsa interpretação dos seus sentimentos? Sentimentos esses que não serão correspondidos, e quizá o sejam, dentro em breve, algo de nada vem e te restitui a razão, e assim, voltamos a realidade. Realidade que não permite engano. Realidade que lhe dá a visão do vago espaço que há ao seu redor ou entre você e o outro.

Como gostaria de ter certeza de cada sensação que o outro me faz sentir. Bem, o fato é que ainda estou aguardando pelo que é exato, enquanto isso, segue-se a sequência do quarto, o quinto, o sexto e etc. Espero que essa contagem tenha fim.

Anúncios

O que achou? Se gostou, compartilha.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s