coisas da vida

Madrugada

Desperto com a certeza de que já é dia, mas quando olho para fora, vejo que ainda é madrugada.

Madrugada onde não existe silêncio porque existem pessoas que são da madrugada. Ouço meus pensamentos gritarem ao passo que o sono se vai. Agarro-me ao travesseiro como se ele pudesse trazer o que se foi nesta madrugada, mas não adianta o sono não vem.

E é na madrugada que você faz planos. Sua mente não para nem por um minuto. Não me acorre sair a rua para andar e deixar apenas o tempo passar, penso que ganho mais saltando de pensamento a pensamento.

Minhas ideias dão um nó na madrugada porque desvendar os mistérios que alugaram o sono ausente me faz enxergar evidências de enfado e exaustão.

Essa é uma madrugada perdida, pois com ela nada ganhei. Minha vida não mudou e nem mudará após essa madrugada vencida. Vencida porque logo mais será dia, e dessa madrugada, só o que restará é o sono não dormido no silêncio inexistente dessa madrugada.

Madrugada, expediente de sono expelido e visionário. Corra na madrugada e te chamarão de louco ou ladrão, afinal, o que você faz correndo a essa hora se o dia ainda não nasceu? Desperte aos que dormem. Abram os olhos e criem novas formas de aproveitar a madrugada.

Pouca gente sabe e pouca gente vê porque estão quase todos dormindo, mais o Sol nem raiou, e já tem muito que fazer.

Anúncios

O que achou? Se gostou, compartilha.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s