Uncategorized

Criando e recriando

Ei!? Você que aqui está, mas que me constrange a crer que não estou! Ei, você que não me vê porque para ti eu nada sou.

Eu sei que sou, porque você sabe que somos. Um ao outro sabe do seu existir. Você existe porque eu também existo. Não, não me fale que não me conhece porque assim como você, eu também não o conheço!

Pare, pare já com este jogo de brincar. De brincar que não sabe quem eu sou. Você passa por onde costumo passar, e assim como eu, procura um lugar para existir e ser feliz!

Eu também ouvi dizer que a felicidade existe, mas me disseram, assim como a você, que ela foi embora para nunca mais voltar. A felicidade que aqui morou, não deixou sequer, sinais para que pudéssemos a encontrar.

Eu sei que você quer que ela volte, mas ela não vai voltar. Você já disse que não a conhece, e ela disse que sempre esteve lá! Lá, bem longe de tudo e de todos, bem próximo do nada e junto a ninguém. Que até do amor fez piada, quando juntos uniu alguém. Você não fala e nem diz o que sou, mas conhece o meu nome e já o pronunciou. Vamos lá, deixa de brincar. Deixa de brincar!

Anúncios

O que achou? Se gostou, compartilha.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s